Textos

Daquele tempo secretamente desfrutado
Ao sabor das flutuantes ondas da imaginação 
Conduzindo acesa a farta emoção 
De encontro ao sonho sutilmente acalentado

No ritmo delirante da alucinação 
Erguida em flamejantes lampejos
Arrastando num incêndio o desejo
Para o doce deleite da exaustão 

Contornado a longa espera,simulando o prazer
No mais pleno esplendor,sustentando a real convicção 
De um porvir completamente a mercê da paixão 
Sem negar o que nunca veio ou jamais esconder

O apego sincero do imensurável querer
Ansiando por respingos de amor a cada amanhecer.

GRATA AO POETA
MDC SANTOS
Vou guardar meu coração 

A caixa será blindada
Podendo ser aberta
No retorno da amada

Doce foi tua saudade
Trazendo lembranças em mim
Renascendo esperança 
Podendo não ser o fim.
Serenlemos
Enviado por Serenlemos em 22/05/2017
Alterado em 23/05/2017


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr