Textos

Que lembra as tardes mornas de verão 
E põe em desespero o coração enfeitiçado
Quando em minúcias,docemente recordado
É fruto de um amor morboso,malsão

Que confere submissa a saudade
Do beijo longo e demorado
Como se o tempo não tivesse validade 
Sobre a êfemera doçura de um passado

Onde o desejo ébrio de ócio e prazer,mina
Ao sabor de um sonho que jamais termina.

GRATA AO POETA
Mdc Santos 
Um amor perfeito
Sem sombra de tristeza
Os ventos levam as dores
Permanece a certeza

Um amor perfeito
Com carinho guardado
A lua que foi testemunha 
Som de violino acalentado

Um amor perfeito
Que não mede espaço
Viva é a esperança 
Num calor de um abraço.

GRATA AO POETA
POETA OLAVO
Sua boca escarlate
Deixou marcas em cor
Quando do engate
Dum fervoroso amor.


 
Serenlemos
Enviado por Serenlemos em 08/05/2017
Alterado em 09/05/2017


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr