Textos

Quando nos recônditos da memória 
As lembranças surgem no decorrer das horas
Alheias a dor do agonizante distanciamento 
Obstinada a saudade no peito lamenta

A falta da presença querida
Nas noites voadas de madrugadas quentes
Trazendo à pena as emoções mais ardentes
Expostas em palavras jamais ditas 

Acntecendo soberanas e emudecidas
Nos vãos da ausência sentida.
Serenlemos
Enviado por Serenlemos em 02/05/2017


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr